Fábio Furrier

Instrutor Sênior

 
 

Fabio Furrier

Brasília, DF

(61) 9803-2009

}

Horários

Segunda à Sábado, horários variados
Sempre interessado em práticas integrativas, que favorecessem o alcance do autoconhecimento , saúde e bem-estar, Fábio teve a sorte de encontrar grandes orientadores nestas áreas. Iniciou sua busca pessoal ao encontrar o mestre indiano de Yoga, Sri Maha Krishna Swami, discípulo direto de um doa maiores expoentes dessa prática, Sri Ramana Maharishi, com quem Gandhi constantemente ia se aconselhar. Com ele estudou, além das escrituras hindus , os cânones budistas e teve seu primeiro contato com a cultura chinesa por meio do Yi Jing (I Ching) e do Dao De Jing (Tao Te King). Numa outra fase de sua vida novamente se sentiu privilegiado por conhecer José Maria Ribamar Santos “Martins”, primeiro faixa preta de Brasilia na arte do Aikido, arte marcial japonesa com elevadíssimo teor filosófico. Com essa pratica conheceu os princípios com que mais tarde teria contato no Taijiquan (tai chi chuan).

Tendo conhecido então um pouco da teoria filosófica e um pouco da prática marcial, teve a expectativa de que no Taijiquan (tai chi chuan) poderia, se tivesse uma boa orientação, reunir os dois tipos de conhecimento. 
Em 2009, recebeu um folheto que dizia “curso de formação em Taijiquan (tai chi chuan)” que marcou o inicio das atividades do Instituto de Formação em Taijiquan de Brasília (IFTB) , atual Taolu. Nele conheceu seu atual professor Magno Bueno , um dos primeiros discípulos brasileiros do Grão-Mestre Chen Xiaowang e através dele o Mestre Jan Silberstorff . Mais uma vez a sorte havia lhe sorrido. Uma ótima orientação e uma boa dose de teimosia lhe renderam a certificação Nível 1 da WCTA-Br (CXWTABR: Chen Xiaowang World Taijiquan Association Brasil), muito mais do que esperava quando iniciou. 
Com a pratica do Taijiquan (tai chi chuan) obteve também melhora substancial de problemas posturais , principalmente uma hérnia de disco lombar e uma hipersifose acentuada. Em novembro de 2014, consquistou a certificacção de Nível 2 da WCTA-Br (CXWTABR: Chen Xiaowang World Taijiquan Association Brasil).

Voltou a estudar o I Ching e o Tao Te King, voltando a se deliciar com a sabedoria dos antigos. Atualmente está estudando mandarim, anda de namoro com a Medicina Tradicional Chinesa, e teve de volta aquela sensação de quietude e unidade que experimentou em sua juventude yogue , paz que só uma mente focada pode proporcionar. A diferença é que agora as pernas não estão cruzadas em “posição de lótus” mas alternando o peso em cada movimento das formas.

Fale com o Fábio

1 + 11 =