Flávio Pessoa

Instrutor Sênior

 
 

Flávio Pessoa

Fortaleza, CE

(85) 8732-8882

}

Horários

Terças e Quintas, de 17:45 às 19:15h
Sábados de 16 às 17:30h
Iniciei a prática do estilo Chen de Taijiquan (tai chi chuan) em 2008, no I Seminário Internacional ministrado pelo Mestre Chen Yingjun no Rio de Janeiro. Foi uma experiência desconcertante, pois até então havia praticado basicamente o estilo Yang. No mesmo ano, participei do Seminário Internacional em Salvador ministrado pelo Mestre Jan Silberstorff, e mais uma vez fiquei impressionado com a experiência. No ano seguinte, continuei participando dos Seminários e, finalmente, decidi fazer minha inscrição na WCTA-Br (CXWTABR: Chen Xiaowang World Taijiquan Association Brasil).
Aos poucos, com a orientação do Grão-Mestre Chen Xiaowang, dos Mestres Chen Yingjun e Jan Silberstorff, com o apoio dos colegas do Rio de Janeiro, de Salvador e de Brasília, prestei os exames para nível 1 e nível 2 da WCTA-Br (CXWTABR: Chen Xiaowang World Taijiquan Association Brasil). Posteriormente, em 2012, iniciei as aulas de Taijiquan (tai chi chuan) estilo Chen em Fortaleza, como representante da WCTA-Br (CXWTABR: Chen Xiaowang World Taijiquan Association Brasil). Participei, ainda, da viagem à China, em 2011, que foi fundamental para contextualizar e motivar a minha prática de Taijiquan (tai chi chuan).

Considero o Taijiquan (tai chi chuan) como arte (marcial), no sentido de atividade criativa, com características de beleza e harmonia, aparentemente sem objetivo prático, capaz de expressar sensações e sentimentos que se refletem no próprio artista, bem como nas pessoas que apreciam a obra de arte. Neste sentido, a prática de Taijiquan (tai chi chuan) pode se tornar um processo de aprimoramento pessoal, uma vez que, ao longo do tempo, a evolução do aprendizado pode se refletir sutilmente em diversos aspectos pessoais. Sem dúvida, a caminhada é longa. Conciliar as responsabilidades familiares e profissionais com a disponibilidade de tempo para treinar é um desafio comum aos praticantes. O conhecimento é construído com motivação, orientação qualificada, prática, disciplina, perseverança, paciência e relaxamento. Assim, gradativamente, o resultado do trabalho surgirá.

Fale com o Flávio

6 + 10 =